28 janeiro, 2014

De todas as escolhas possíveis...



De todas as escolhas possíveis, escolhi pássaro.
Podem ficar a sós com o infinito e ainda assim voam em bandos.
De que me servem pernas e braços?
É fria a seiva que corre por dentro dos que caminham,
tão fria como todo o chão que pisam e como os passos,
que esquivam os gritos sem nome, espalhados nos campos.

De todas as escolhas possíveis, escolhi pássaro.
Por sempre haver um canto a responder a outro canto.
De que me servem pernas e braços?
A ti de que te servem, se nunca sabes o caminho?

O abraço do inverno gelado, rodeia agora todas as estações,
e as tuas mãos que podiam ser dois sóis, aquietam-se no teu próprio regaço.
Sabem os teus olhos fechar-se, quando passa o vento com uma vida
presa na cauda. Talvez sejam doces as lágrimas dos meninos da rua.
Não te arde o sal que queima outras chagas e nenhuma voz
doente se ouve mais alto que a tua.

De todas as escolhas possíveis, escolhi pássaro.
Por sempre haver um canto a responder a outro canto.
Há um sentido em cada voo, não há indiferença no poiso.
São leves as penas. Que outra escolha eu podia?
Escolhi pássaro, em busca de luz, uma chama,  sem medo que queime.
Um caminho, um lugar, onde os gritos se oiçam, mesmo que não tragam nome,
e os anjos não morram ao raiar do dia.

De todas as escolhas possíveis, escolhi pássaro.
Que outra escolha eu podia?...

Sónia M

(Ao J., o menino que ninguém viu...)

Imagem," Menino e pássaro", de Simone Martins


44 comentários:

  1. "Por sempre haver um canto a responder a outro canto"
    Sempre...

    :) Lindo

    Beijos

    ResponderEliminar

  2. Ser pássaro, sem poiso efetivo e afetivo é, de facto, a melhor das escolhas. Só infinito compreende o bater das asas.

    Beijinho e, como sempre, gostei muito.

    ResponderEliminar
  3. Oi Sónia e você escolheu muito bem!
    Eu amo pássaros e toda a natureza.
    Lindo poetar.
    bjs amiga e obrigada pelas visitas.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Escolher o pássaro é já por si voar.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. E, neste belo poema, a escolha foi a mais acertada. O pássaro é a grande metáfora do sonho e da liberdade. Mesmo que sejam as asas de Ícaro, vale a pena tentar...

    ResponderEliminar
  6. Pensamentos, ideias, bonitas palavras.
    Escolheu pássaro, acertada escolha
    Para que servem as pernas, se tem asas
    Se não tem garrafa para que serve a rolha?

    Desejo uma boa tarde para você amiga Sónia,
    se possível façam sempre as suas escolhas acertadas.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  7. Um prazer voar consigo...!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  8. É com tristeza que vejo, os nossos jovens voarem, sem asas, mas com a esperança de encontrarem um ninho acolhedor!...
    É para eles que vai este meu abraço.

    ResponderEliminar
  9. Magistral...!!!
    O teu poema encantou-me, adorei.
    Um beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  10. Adorável!

    Só quem tem asas consegue poetizar tão bem sobre os pássaros, você!

    Amei tua escrita, sinceramente.

    ResponderEliminar
  11. Se eu me pudesse transformar em algum animal,provavelmente tambem escolheria um passarinho. Ou então escolheria uma borboleta ou uma joaninha,acho esses insectos super perfeitos!! Venho aqui deixar o meu carinho e tambem a minha paz,tudo de bom para ti. Muitos beijinhos,fica com deus e até breve!! http://musiquinhasdajoaninha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Belíssimo! Escolho os pássaros, tantas vezes!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  13. Sónia!
    Que poesia fantástica, me deleitei em cada verso sem pensar em mais nada
    Viva a nossa poetisa Sónia!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  14. Olá, Boa tarde, Sônia
    Muito lindo,
    ...sim, eu também, escolheria ser pássaro...
    ... para despertar cantando,aplaudindo o amanhecer, pousar suave sobre uma flor,
    provar a essência da vida e sonhar, com a liberdade que não encontramos, sem perder o direito de ir e vir,nem pensaria em partir, sem poder me despedir.
    ... ter asas para poder viver com liberdade e amor...
    Obrigado pelo carinho,belo dia de quarta feira, beijos!

    ResponderEliminar
  15. There is much compassion in your words here, Sonia. Some birds have beautiful wings but still can't fly..I am not entirely sure about the translation from Portugese to Dutch, but I believe I can sense the meaning behind the text as it were and I am truly grateful to have found you today! Thank you so much.

    ResponderEliminar
  16. pássaro multicor - em voo circular.

    belíssimo

    beijo

    ResponderEliminar
  17. Ai, meu Deus, que lindo, Sônia, muito lindo seus dizeres. Suas palavras são de qualidade e pra lá de belas, Flor, sou sua fã (olha que sou muito da sincera, viu? rs..). Amei!

    Ficarei atenta para os próximos. Obrigada por vir me ver ♥

    Bjo bjo

    ResponderEliminar
  18. sim eu acho que a tua escolha foi perfeita.

    um pássaro que sulca o horizonte....

    sempre bela a tua escrita.

    gostei muito!

    :)

    ResponderEliminar
  19. El pájaro, hasta cuando anda, se nota que tiene alas.
    ¡¡¡Que Preciosidad de Letras!!!¡¡¡Maravillosas Sensaciones!!!
    Abraços e Beijos.

    ResponderEliminar
  20. Olá Sónia, só sei que me comovi ao ler o seu magnifico poema!
    Como diz Pedro Luiz uma preciosidade!
    E ao observar a foto ainda me comovi mais...Genial combinação.
    Um beijinho. Ailime

    ResponderEliminar
  21. Liberdade muito bem espelhada! Quanto a mim apesar de tudo não deixa de ser uma liberdade protegida . Adorei. Abraço.

    ResponderEliminar
  22. de todas as escolas que (não) fiz: as asas dentro do voo.

    viagem de assombros e gravitações as que o caminho faz estreito até aqui. beijos meus!

    ResponderEliminar
  23. Querida amiga

    Talvez sendo pássaro,
    possamos acompanhar a alegria
    que viaja nos céus
    de nossos pensamentos.

    Ser feliz,
    é deixar-se engravidar
    pela simplicidade da alegria...

    ResponderEliminar
  24. Poesía fantástica, linda colección de letras :)

    ResponderEliminar
  25. Boa noite Sonia.
    Que poesia linda e emocionante.
    Eu também se tivesse que escolher escolheria ser pássaro,pela liberdade de voar livremente.
    Um lindo més de fevereiro,com muitas alegrias e escolhas acertadas.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  26. Ola Sonia,

    lindo demais!
    Eu carrego emoções
    Em caixas sem chaves
    Que voam os pássaros
    repletas de sonhos
    Já cansados de dormir.
    Um dia de domingo lindo pra vc

    ResponderEliminar
  27. Oieee, te convido a conhecer meu cantinho, nele conto como estou fazendo para conseguir engordar (sim, engordar!!! rs). Passa lá pra conhecer minha história.
    Te espero.
    http://blogqueroengordar.blogspot.com.br/
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  28. Tenho orgulho em ser alentejano,
    Nasci na Península Ibérica
    Tenho a certeza não há engano
    Já passei à Marateca.

    Com estas quadras cheguei aqui,
    Para bom fim de semana te desejar
    Amiga Sónia, com carinho, escrevi
    Para ti, estas simples palavras a rimar!

    À nossa amizade,
    Mesmo sendo virtual.
    À sua continuidade
    Verdadeira especial.

    Boa noite, bons sonhos, um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  29. Muy tierno poema, un derroche de sensibilidad humana y poética.

    ResponderEliminar
  30. Uma obra prima, porém sabendo da sua capacidade de superar a si mesma, fico esperando a próxima ou o próximo poema.
    "De todas as escolhas possíveis, escolhi pássaro.
    Por sempre haver um canto a responder a outro canto." Magnífico.Lindo e você disse tanto aqui...
    Um grande abraço,

    ResponderEliminar
  31. Sempre me encanta vir aqui.
    Já a sigo faz tempo.
    Otima semana e
    Bjins
    Catiaho Alc.
    entre sonhos e delírios

    ResponderEliminar
  32. Belo poema...Espectacular....
    “Às vezes somos como pássaros soltos pelo ar, livres! Mas não sabemos para onde voar.”
    ~Pablo Gabriel Ribeiro Danielli

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  33. "De todas as escolhas possíveis, escolhi pássaro."

    Voa...

    ResponderEliminar
  34. As aves são sinónimo de liberdade!

    ResponderEliminar
  35. Boa tarde,
    no nosso interior existe sempre o desejo da liberdade, talvez seja o motivo que nos leva a ter admiração pelos pássaros.
    Seu poema é belíssimo, é encantador.
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar
  36. Vem!
    http://www.feitaparailetrados.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  37. Pra variar, sensacional =)

    Que outro adjetivo seria possível?

    bjos

    ResponderEliminar

NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS ANÓNIMOS