26 junho, 2012

A leveza dos meus sentidos



O chão já não range à minha passagem,
nem sinto a pedra fria
nos meus pés descalços.
Desconfio que morri durante a noite
pela estranha leveza do meu corpo.
E só pode ser morte!
Porque já não sinto o peso do mundo.
Posso dançar, agarrada à pena que perdeste
ao fugir pela janela,
rasgando o ar que respiro
com o seu delicado baile.
...e deixar-me cair suavemente,
sorrindo, como naquele dia
em que me chamaste Amor, pela primeira vez!


Sónia M


(imagem retirada da net)

16 comentários:

  1. Un texto que me hace reflexionar. Esa ligereza que a veces sentimos con el vacío.
    me ha gustado mucho la entrada
    Besos

    ResponderEliminar
  2. Que sejam leves sempre esses sentidos e tenham essa melhor percepção de mundo sempre...beijos de bom dia pra ti amiga.

    ResponderEliminar
  3. Ola Sonia,
    Vi passos de bailarina nessa
    bela declaração tão linda de amor.
    Beijos e um raminho de flores pra
    enfeitar e perfumar seu dia.

    ResponderEliminar
  4. Doce morte . Quisera eu morrer assim.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Muito bonito Sónia!
    "Porque já não sinto o peso do mundo" penso que só a morte para nos tornar tão leves.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Eu amo tudo o que foi,
    Tudo o que já não é,
    A dor que já me não dói,
    A antiga e errônea fé,
    O ontem que dor deixou,
    O que deixou alegria
    Só porque foi, e voou
    E hoje é já outro dia.

    Fernando Pessoa

    ResponderEliminar
  7. Lembrança da primeira vez que nem a "morte" consegue apagar.
    Lindo! Beijo

    ResponderEliminar
  8. Será a morte ou a leveza de um amor?? Tanto faz, ambos são lindos!! Saudades minha amiga, beijos.

    ResponderEliminar
  9. Hola Sónia,
    me encantó el final, siempre dejas un lindo mensaje!
    besitos.
    que tengas un lindo día.

    ResponderEliminar
  10. Um belo dia pra ti minha amiga,,,muita paz,,,amor,,,flores e poesias....beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  11. ufffff preciosas letras sobre la muerte... no se si se ira asi...no se si eso se sentira... pero si es como tu dices, es precioso¡¡¡¡¡
    Un beso muy grande preciosa
    Belen.-

    ResponderEliminar
  12. Um lindo poema, ao qual não se pode ficar indiferente. Obrigado, Sónia.

    ResponderEliminar
  13. Aquece os teus pés
    Sustém o teu corpo
    O eterno não morre!
    O mundo tem penas
    Mas não há que penar!
    Ouvir música apenas
    Não parar de dançar
    Voltar a sorrir
    E crer em Amar.

    ResponderEliminar
  14. Oh, sensação maravilhosa.. rs. Adorei, Flor, parabéns.

    Bjs.

    ResponderEliminar

NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS ANÓNIMOS