07 março, 2014

.



Chegas sempre envolto em maresia
para que eu não saiba distinguir
as linhas do teu nome.

Deixas na praia um búzio
para que eu ouça o canto das marés
e somes mar adentro.

Há passos delicados na areia
e uma sereia ao longe
a quem perguntei quem eras
apenas me disse - mar.

Chegas sempre quando a cidade me chama
e partes sem que eu te veja.
Nunca sei porque o fazes.

Sou feita de terra.
Diluiria-me nas tuas águas
antes de poder encontrar-te.

Dorme o teu nome na boca dos peixes.



Sónia M

Pintura, "Sonhando com o mar" de  Leila Proênça


25 comentários:

  1. "Sou feita de terra.
    Diluiria-me nas tuas águas
    antes de poder encontrar-te.

    Dorme o teu nome na boca dos peixes."

    Lindo...

    Beijinho e bom fim de semana, Sónia.

    ResponderEliminar
  2. Belíssimo querida Sónia!!!! Um dom é um dom!!!!
    Beijinhos e bom dia!!!
    Maria

    PS. Segunda feira dia, 10, recomeço a publicação dos textos do Desafio Rostos da diferença precisamente com o seu, obrigada pela sua participação que muito e honra!!!

    ResponderEliminar
  3. Delicio-me só de te ler...
    Beijinho e um excelente fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  4. Um remate metafórico lindíssimo: " Dorme o teu nome na boca dos peixes".

    ResponderEliminar
  5. Oi Sónia
    Outra ótima poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  6. Olá Sónia,poesia lindíssima.
    Feliz dia Internacional da Mulher.
    Bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. O mar é realmente uma grande fonte de inspiração.
    Um poema impregnado de maresia e desse contraste dos elementos água e terra, e o fascínio de uma imensidão que vai e volta ao ritmo das marés.
    Um quadro muito bonito a "casar" muito bem com o conteúdo do poema.
    Belíssimo, Sónia!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Lindíssimo poema, Sônia.
    O mar é minha paixão. Lindo é o embalo de suas ondas. Não me canso de contemplá-lo quando tenho oportunidade de estar próxima a ele.
    Os últimos versos são especialmente lindos.
    Bela pintura.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Praia, areia e búzios,
    Ondas, água e marés
    Junto das rochas refúgios
    Sem sapatos nos pés...

    Deitados na areia,
    Ao sol quente despidos
    Sois feitos de terra
    Nas ondas diluídos!

    É um dos mais belos que já li,
    Por ser assim tão bem escrito
    Ao ler o seu poema me perdi...

    Bom fim de semana para você,
    amiga Sónia, um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  10. Quem dera afagares a mim
    Como o mar a areia, sem fim
    GK

    ResponderEliminar
  11. Um mar de mistérios que adoramos desvendar...

    Poema lindo, Sonia.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Belo poema.

    No Farol há um miminho de homenagens a nós, mulheres, neste nosso dia.

    Feliz Dia da Mulher!...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Oi Sónia,
    Feliz dia das mulheres e obrigada pelo carinho.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  14. que as linhas do nome se façam rosto - ao alcance dos dedos...

    lirismo encantador - envolvente poema.

    beijo

    ResponderEliminar
  15. Entre o ir e o ficar, o perceber e o duvidar, há imensas linhas que se cruzam, se diluem na imensidão... Qual o momento certo?
    Adorei, Sónia!

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  16. El final del poema es muy hermoso, saludos.

    ResponderEliminar
  17. Poesia linda, cheia dos cantos e encantos do mar!

    ResponderEliminar
  18. Sempre tao encantadores os teus versos, menina poeta!

    Parabéns pelo nosso dia de ontem viu. Que tenha sido lindo!
    Mt obrigada pelo carinho no nosso atitude!

    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  19. Obrigada Sónia pela visita. Estou a melhor...mas ainda não tão bem como desejo.Vai devagar!!!
    O teu poema é de uma delicadeza de sentimentos e de um encanto infinito que me embalou...tal como o mar no seu vaivém sobre as areias.Um abraço.

    ResponderEliminar
  20. Bom dia!!! Acabei de publicar o seu testemunho no Desafio Rostos da Diferença!!! Mais uma vez o meu obrigada!!!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  21. Sempre com bela inspiração, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde,
    Poesia linda repleta de sentimento, desejo que o buzio deixado na praia tenha sempre o canto das marés.
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar

NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS ANÓNIMOS