27 outubro, 2013

Sei que te amo



Não sei se era por ti que esperava.
Nem sei se era contigo que sonhava.
Mas sei que na tua chegada iminente...
Sinto a frescura da pele que se eriça, no olhar que se cruza.
E espero...pelo teu toque e cheiro...sedenta...
Não me fales em coração, o meu nada sente.
Sei que te amo, porque todo o meu corpo o grita!

Sónia M

(re-post)

6 comentários:

  1. E quando o corpo o coração deve ouvir...amor, é de certeza.


    Beijo
    (gosto deste novo visual...)

    ResponderEliminar
  2. O Amor em Poema,
    Ótimo domingo Sonia!

    ResponderEliminar

  3. A consciência de se amar... já é amor e todas as esperas valem a espera, não é?

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  4. Na pele que se eriça
    No olhar que se cruza
    A beleza que cobiça
    Se gostas ama e abusa.

    O amor é a razão
    Do nosso viver no mundo
    Desperta o coração
    Magoado sem rumo!

    Resto de bom domingo
    para você, amiga Sónia,
    Eduardo
    um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Belo. O coração irá apenas retumbar os ecos desse grito.
    Muito lindo Sonia
    Bom domingo.

    ResponderEliminar

NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS ANÓNIMOS