06 dezembro, 2012

Quando danças à espera do meu abraço... - Alexandre de Castro

Quando danças à espera do meu abraço...


Pluma de uma dança esvoaçante, silhueta de luz
flutuante, na delicadeza dos teus passos
o corpo a desdobrar-se, ganhando formas 
e sentidos em constantes movimentos.
Ondulações suaves na busca da harmonia,
cortando o ar ao dardejar dos braços,
em apelos vibrantes ao fogo do meu olhar
e a cavalgar os hinos de sinfonias mitológicas,
que decifras a cada instante.

Sinto o bafo quente que exalas quando falas
desse teu corpo que se eleva, suspenso e tenso,
numa leveza etérea, ausência de gravidade
que a todos amarra à Terra,
e és uma linha firme, o fio de uma lâmina
brilhando no firmamento,
na apoteose final do meu abraço...


Alexandre de Castro
Lisboa, Novembro de 2012

Poema oferecido ao "Sussurros" pelo seu autor.

(imagem retirada da net)

38 comentários:

  1. Muy bonito poema. He leído con placer. Todos los buenos pensamientos de Rumania!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelas palavras, Cristian!
      Bom fim de semana
      Abraço

      Eliminar
  2. Nos bicos dos pés a dançar
    Numa dança artística
    Com agilidade bem se movimentar
    Na beleza de seu corpo se agita!

    De vibrantes desejos
    Seu corpo se incendiar
    De abraços e beijos
    E aplausos não faltar!

    Boa quinta-feira para você,
    amiga Sónia, lindo poema. Adorei,
    um beijinho
    Eduardo.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Eduardo!
      Gostei da sua dança :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Mergulhei na leveza desta dança, parabéns ao autor. O meu abraço! Suzana.

    ResponderEliminar
  4. Muito lindo.. deu vontade de dançar.. ♥

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há palavras que nos deixam numa pista de dança...
      Um grande beijo Priscila.

      Eliminar
  5. Esa danza que hace bailar mi Alma con esos destellos de sensibles Palabras...¡¡¡Preciosa Entrada!!!
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracias Pedro!
      Que hermoso es, ver cómo baila el Alma!
      Abrazo.

      Eliminar
  6. Que simpática e bonita oferta! Sussurros merece muito mais!!!
    O meu grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se o "Sussurros" merece,
      mas sei que agradece e muito :)

      Obrigada António.
      O meu abraço

      Eliminar
  7. Hola Sónia, buenas noches,
    que la danza no se detenga =)
    bonito poema.

    Te deseo un excelente viernes
    besitos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Si tenemos que bailar,
      hagámoslo... hasta caer rendidos.
      Gracias Ariel:)
      Que tengas un lindo dia.
      Besitos

      Eliminar
    2. mmmmm ok! es un trato! =)
      Hola Sónia, buenas tardes,
      te he dejado un pequeño presente en mi blog principal,
      si quieres y tienes tiempo, puedes pasar por el.
      bonito fin de semana
      besitos

      Eliminar
  8. A leveza da espera,,,do encontro...do toque da poesia...beijos amiga e um belo final de semana pra ti...

    ResponderEliminar


  9. Gracias Sónia por estar siempre a mi lado con el aliento y la ternura de tus letras. Que nacen de un cálido corazón, como el soplo de una caricia matutina iluminando mi paso, con el aroma de las flores y el murmullo de la alborada, para que todos los días sean un arcoíris de diferentes apreciaciones donde lo positivo es su único referente.

    Me despido, no sin antes decirte la persona tan extraordinaria que eres para mí…

    No busques en las bibliotecas
    Un libro que hable de la amistad,
    Porque la amistad es una ciencia
    Que emana del corazón
    Y se extiende hasta el infinito…
    Donde no existen cadenas
    Ni fronteras que impidan
    Compartirla con el sentido
    De la integridad.

    Atte.
    María Del Carmen




    ResponderEliminar
  10. Agradeço à Sónia a gentileza da partilha do seu espaço e aos leitores a simpatia e a bondade dos comentários.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sempre um prazer e uma enorme honra, poder partilhar a tua poesia no meu humilde espaço. Obrigada Alexandre.

      Eliminar
    2. Outra vez por aqui, numa outra viagem de ida e volta, a corresponder aos chamamentos que me assaltam e que me inquietam, num desassossego crescente, que só a leitura do poema apaziguou.

      Eliminar
  11. Sónia, aos sussurros lhe digo: não sei e nem faço ideia se Alexandre de Castro escreveu esse poema inspirado em você, mas de uma coisa eu sei. Que é bonito, ah..., isso é!
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  12. Estamos a poucos Dias do Natal
    agradeço seu carinho no decorrer de mais um ano ,
    que esta chegando ao Fim.
    Só tenho que agradecer a Deus por sua amizade,
    agradecer acima de tudo Deus por ter preservado
    minha vida por mais um ano.
    Em meio a tantos obstáculos passando
    por cada um deles movida pela fé e esperança de Dias melhores.
    E para encerrar o Ano com chave de ouro coloquei
    mais um livro em sorteio no meu blog.
    Para participar basta ser seguidor colocar o selinho de participação que esta na postagem do meu blog
    manter seu blog atualizado pelo menos 8 dias no Dia do sorteio.
    Conto com sua participação.
    Uma abençoado final de semana beijos no coração,Evanir..
    Mesmo sendo de outro Pais todos terão o direito de participar,
    pois todos são amizades que respeito e amo de coração.

    ResponderEliminar
  13. Belas expressões poéticas os teus versos. Lindo poema e uma maravilhosa semana

    ResponderEliminar
  14. Que bela escolha,
    a dança a espera do abraço e do amor.
    Linda poesia.

    beijos e uma semana cheia de paz.

    ResponderEliminar
  15. uma dança que o Alexandre sou bem dançar...

    muito belo o poema.

    Boa semana.
    Um beijo.

    ;)

    ResponderEliminar
  16. Hermoso baile..hermosas letras.

    En mi blog hay un detalle para tí.
    Besitos.,

    ResponderEliminar
  17. Bellissima questa poesia!! Un abbraccio...ciao

    ResponderEliminar
  18. Lindo Poema Sonia!

    Deus abençoe sua semana.

    ResponderEliminar
  19. Yo quiero en esta navidad, poder armar un árbol dentro de mi corazón y colgar en él, en lugar de esferas regalos y adornos, los nombres de mis más queridos amigos, familia, y gente a quien amo, los que viven lejos y los que viven cerca, los antiguos y los más recientes, los que veo todos los días y los que raras veces veo, lo que siempre recuerdo y los que a veces olvido, los de las hora más difíciles, y los de las horas intensamente felices!, los que sin querer me hirieron, aquellos que conozco profundamente y aquellos que conozco poco, mis amigos humildes y mis amigos importantes, los que me enseñaron valiosas enseñanzas y los que tal vez un poquito aprendieron de mi, quiero que éste árbol tenga raíces profundas y fuertes!para que os nombres de mis amigos, familia y seres queridos nunca jamás sean arrancados de mi corazón, y que sus ramas se extiendan gigantes! para colgar nuevos nombres que venidos de todas partes se junten con los existentes, un árbol de sombra agradable, para que nuestra amistad, amor confianza y cariño sea un momento de reposo en la lucha diaria de la vida, quiero que el espíritu de la navidad haga de cada deseo la más hermosa flor! de cada lágrima una sonrisa! de cada dolor la más brillante estrella! y de cada corazón una dulce y tierna morada para recibir a Jesús.....

    Feliz Navidad!!!!

    ResponderEliminar
  20. Acho que nunca tinha lido nada do Alexandre.
    Mas gostei deste poema. Nota-se logo que é um bom poeta.
    Um beijo, querida amiga Sónia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nilson Barcelli: Sou apenas um humilde escrevinhador de versos. Nada mais! Mas agradeço-lhe a sua boa vontade em elogiar-me. Um abraço.

      Eliminar
  21. Um poema que nos suspende
    e nos deixa no ar
    sem gravidade em cada verso
    numa paixão sem freios
    que atinge no veio
    nos em lança
    num poema que dança
    nos enlaça
    e nos abraça em cada verso.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luiz Alfredo: Apreciei muito a maneira criativa como respondeu ao meu poema. Obrigado. Um abraço.

      Eliminar

NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS ANÓNIMOS