06 junho, 2012

Sei que te amo





Não sei se era por ti que esperava.
Nem sei se era contigo que sonhava.
Mas sei que na tua chegada iminente...
Sinto a frescura da pele que se eriça, no olhar que se cruza.
E espero...pelo teu toque e cheiro...sedenta...
Não me fales em coração, o meu nada sente.
Sei que te amo, porque todo o meu corpo o grita!


Sónia M

22 comentários:

  1. Estaria confusa não sabia
    Por quem esperava
    Mas tinha a certeza que iria
    Receber quem muito amava!

    Ou então imaginava
    O que poderia acontecer
    Num olhar que se cruzava
    Do grito seu corpo estremecer!

    Continuação de boa semana para você, amiga Sánia M,
    um beijinho
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema prima.. muito romantico e intenso
    gostei muito.

    ResponderEliminar
  3. ...não me faltes, nunca!!

    Beijo Sónia

    ResponderEliminar
  4. E...

    Compreenda meu gosto
    Pelo mistério de ser eu!


    [lindo e provocante]


    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Também há quem viva uma vida inteira com dúvidas!
    O meu abraço

    ResponderEliminar
  6. O bom da vida é amar...mas amar sem medos, sem restrições, independente de qualquer coisa, afinal quando ele chega o melhor é nos fazermos felizes. Lindo demais!! Beijos com muito carinho e até. Suzana.

    ResponderEliminar
  7. O ser amado é um mesmo eu do outro lado.
    GK

    ResponderEliminar
  8. GUAU SÓNIA!!!
    DESCONOCÍA ESTE LADO TUYO.
    HERMOSO, FUERTE Y DIRECTO.
    QUE TENGAS UN LINDO JUEVES
    BESITOS.

    ResponderEliminar
  9. O amor sai por cada poro do nosso corpo.
    Este saiu gritado nas palavras e lindo, tão lindo que arrepia.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. un poema que expresa el profundo sentimiento de plenitud que da el amor.Emotivo y mágico texto.Te sigo.te invito a seguir mi blog.Saludos poéticos.

    ResponderEliminar
  11. Olá, vim lhe trazer o meu abraço e encantei com sua sensibilidade; és por demais expressiva. Parabéns!
    Tenhas um ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  12. Não sei porquê, mas este poema passou à margem da minha atenção. Até duvidei que a data da sua publicação estivesse certa.

    ResponderEliminar
  13. Eu não o conhecia. Escrito em Junho.....

    Belo e sedutor poema. E se o teu corpo grita....

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não foi escrito em junho. Na verdade já tem uns aninhos, tal como muitos dos que aqui partilho.

      Beijo, JP.

      Eliminar
  14. Eu não o conhecia. Escrito em Junho.....

    Belo e sedutor poema. E se o teu corpo grita.....

    Beijo
    (Já tinha comentado mas não sei para onde foi este comentário)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles chegam aqui todos, JP.
      Obrigada.

      Beijo :)

      Eliminar
  15. Ah!
    "o corpo o grita"!
    Belo!!

    "A simplicidade é o grau mais elevado da sofisticação".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já eu gosto dessa frase, Olímpio!
      Ela serve para tudo.
      Obrigada :)

      Eliminar

NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS ANÓNIMOS